Destaques do Encontro Mistral 2014

encontro615Este Encontro Mistral 2014 está magnifico, grandes vinhos e sem aglomeração! Bravo Ciro Lilla!
A destacar… tudo!
Como não é possível, aqui vão as dicas.
Nos vinhos da França, não deixe de degustar na mesa de:
Joseph Drouihn: o Puligny Montrachet 2008 muito puro, sharp, mineral de bela textura.
Joseph Faiveley:  Puligny Montrachet 1er Cru Champ Gain com notas confitadas, mineral, frutas secas, elegante.
Dopff au Moulin Alsace: Riesling Grand Cru Schoenenbourg 2009 cativante, mineral e de um terroir especial!
Daumas Gassac faz o “único Grand Cru do Midi” segundo Hugh Johnson. Comece com o Pic Poul de Pinet de Victorine Babé, a apresentadora mais cheia de energia do Encontro.
Parigot: Gregory Georger, casado com a brasileira Carolina Licati faz um belo Crèmant de Bourgogne. Experimente o Parigot Tradition e também beba um pouco do Crèmant d’Or com partículas de ouro no líquido. Com ou sem ouro, o crèmant é muito bom. E se quiser visitar a Borgonha, converse com Carolina que organiza viagens para lá.
Ayala e Bollinger são imperdíveis. Deguste tudo, principalmente a Bollinger Millesime 2002.
Austria
Brundlmayer: Sua chance de degustar uma Gruner Veltliner de grande qualidade com o simpático e falante Vincent Brundlmayer.
Portugal
Luis Pato: segue deliciosamente rebelde. Vá de Vinhas Velhas.
Niepoort: vá de Redoma branco e tinto e de Charme.
Quinta do Vale Meão: o único dos Douro Boys que veio ao Encontro, Francisco Olazabal. Seu Monte Meão tem muita personalidade.
Symington Family; pois, ora, pois, o Dominic Symington também veio com belos Portos, mais Pombal do Vesuvio, Post Scriptum e Chryseia. Não dá pra perder.
Quinta da Lagoalva: vá de Grande Escolha Alfrocheiro
Blandy’s: sua chance de se apaixonar pelo vinho Madeira.
Espanha
Lá estão Alion, Pesquera, Clos Mogador e Pazo de Seõrans. Imperdíveis.
Hungria
Tokaji Oremus: Comece o Encontro por aqui, embora enologicamente falando não seja o mais ortodoxo, mas pelo menos você garante que vai beber uma gotinha deste néctar.
Itália
Tasca d’Almerita da Sicilia: Lamùri
Coppo: Mondaccione com a casta nativa e rara Freisa.
Castello di Ama: deguste tudo.
Biondi Santi: imperdível. Do Sassoalloro ao Brunello
Marziano Abbona: comece com o Doglianu 10 vezes Tre Bicchieri Gambero Rosso
Amaro Nonino: para se encantar com os drinques de grappa.

 

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

2 Responses to Destaques do Encontro Mistral 2014

  1. Felipe says:

    Obrigado pelo post, vou hoje aqui no Rio de Janeiro e com uma colinha dessas as coisas ficam mais fáceis…

  2. Pingback: Encontro Mistral 2014 – RJ | Contando Vinhos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s