Yali, bodega anti-enológica e pró-meio ambiente

Yali é uma bodega que faz vinhos, sim, mas é totalmente anti-enológica. Sem intervenções, maquiagens e adição de químicas como ácido tartárico para melhorar a acidez ou enzimas e leveduras. E como se não bastasse, seus enólogos podem ousar e buscar caminhos próprios.

Quem traz esta Yali é a brasileira Domno em conjunto com a chilena Ventisquero que conta com três linhas de vinho: Ramirana, Yali e Ventisquero.

A Yali é uma vinícola jovem, começou do zero, com conceito de vinhas próprias e está comprometida com o meio ambiente, voluntariamente compensa as emissões de CO2 numa aliança com a ONG inglesa Climate Care. Está no Brasil há dois anos.

O Projeto Yali começou desde o início tem o conceito de sustentabilidade, inicialmente para atender o mercado inglês com o conceito de levar a natureza à taça das pessoas. Estão no vale Yali, que é o nome da região e também de um pássaro. Usam pé franco na maior parte de seus vinhedos.

A ideia é levar às pessoas um pouco do equilíbrio do campo dentro da garrafa. Tem por compromisso com a organização inglesa Climate Care compensar as emissões de CO2 além de preservar as aves migratórias que sobrevoam a costa do Pacífico.
São vinhos sustentáveis, mas não orgânicos: manejo de vinhedos com respeito ao meio ambiente e trabalho com as comunidades do lugar.

Trabalham com vinhedos próprios como uma autêntica vinícola butique, que são as que trabalham só com seus próprios vinhedos, enquanto as grandes no Chile costumam adquirir 60% de suas uvas.

As três linhas de vinho se fazem na mesma vinícola. Na Yali, os enólogos tem liberdade de buscar conceitos diferentes e podem ser, inclusive, antienológicos... Todas as vinificações de Yali são de pouca intervenção, sem adição de químicas, leveduras e enzimas.

Notas de degustação

Sauvignon Blanc 2011

Do vale de Casablanca.
Aroma cítrico, herbáceo, fresco. Aspargos.
Na boca, saboroso, acidez de dar água na boca. Muito agradável e fica ótimo com ceviche. Equilibrado, sóbrio e não cansa.
Vinhas de 12 anos. R$46

Yali Pinot Noir 2010
Uma excelente relação preço qualidade, best value! Aroma típico, delicioso de húmus, frutas vermelhas.  Muito saboroso com uma pimentinha. Fresco no nariz. Simples e correto. Muito bom a este preço. Fácil de beber, suave. Na linha menos Madeira e mais fruta. R$52

Yali Cabernet Sauvignon 2008 Grand Reserva Three Lagoons

Aromas de carvalho, pimenta do reino, menta, uma ligeira goiaba. Macio na boca, saboroso, pimenta. Longa persistência. Encorpado. Boa acidez. Equilibrado. R$70

Yali Carmenere 2009 um tinto que exclama três vezes!!!+

Mais clássico mais gastronômico. Terra, húmus, especiarias, couro. Herbáceo. Elegante. Mais suave. Um vinho sedoso, mais leve e do qual se pode beber mais de uma taça. Boa dosagem de tudo. Equilibrado. R$ $95

A Domno do Brasil é uma empresa do grupo Famiglia Valduga especializada em importar vinhos finos de alta qualidade e na elaboração de premiados espumantes pelo método charmat. Bravo por trazer vinhos comprometidos com a saúde do Planeta e a dos consumidores!

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Notícias, Vinhos and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s