Armand de Brignac, champagne excepcional até mesmo para os rappers

Armand de Brignac é um champagne de exceção.

Absolutamente excepcional. Seja porque suas uvas provêm de terroir Cru e Grand Cru, seja porque para além dos vinhedos e da cave, tornou-se bandeira do rapper Jay-Z em protesto e repúdio à declaração de Frédéric Rouzaud, diretor da maison de champagne Roederer, que numa entrevista ao The Economist, reclamou do uso de sua mais famosa champagne, a Cristal, nos clips do rapper que se apresentam, segundo o entrevistado, “com excessos de luxo, dinheiro e mulheres fáceis”.

Em protesto, Jay-Z agora só bebe Armand de Brignac, e outras celebridades como Beyoncé ou David Beckham. A equipe de basquete da NBA comemorou o campeonato também com Armand de Brignac, segundo Philippe Bienvenu, diretor comercial dos Cattier.

Entretanto, qualquer um que tenha degustado Armand de Brignac pode muito bem bandear-se de mala e flüte para os champagnes da Armand de Brignac.

A marca Armand de Brignac foi criada por Mme Cattier, mãe, no início dos anos 1950, e seu nome é tirado de um herói de romance que ela amou. A marca jamais foi explorada até recentemente, quando relançada em 2006 pela Maison Cattier, e acabou por contar com uma divulgação extra por conta deste rumoroso caso entre os rappers americanos e a  maison Roederer.

Querelas e fofocas à parte, Armand de Brignac é excepcional porque é efetivamente superior. Foi indicado o champanhe nº 1 em degustação às cegas entre mil champanhes pela Fine Champagne Magazine em 2010.  A Interfood, importadora desta champanhe de grife, organizou uma degustação para a crítica na última terça-feira ( 7/8/12) e quem provou conferiu, é um champanhe excepcional.

Excepcional porque produzido com uvas provenientes apenas de vinhedos Cru e Grand Cru, portanto dos melhores terroirs de Champagne. É a única cujo licor de dosage que passa por barrica de carvalho. A colheita é manual, o método é o champenoise – o tradicional método da Champagne. E na contra mão da atual tendência de se produzir vintage (champanhes safrados apenas com uvas do ano), a família Cattier, que produz Armand de Brignac, optou pelo tradicional blend de safras, de três anos seguidos. Confira no vídeo a entrevista com Brett Berish, CEO de Armand de Brignac.

A degustação:

Armand de Brignac Brut Gold rótulo dourado. Ataque amplo e borbulhas intensas e minúsculas como se pode ver no vídeo. Aroma cítrico siciliano, tostado, brioche. Na boca é generosa, cheia de vida, frescor e volume. Pinot noir 40%, Pinot Meunier 20% e Chardonnay. R$1.500 na Interfood.

Armand de Brignac Blanc des Blancs rótulo prateado. 100% chardonnay. Uma pegada fantástica. Bela estrutura e equilíbrio. Cremosa e a mais rara, apenas 200 caixas de 12 garrafas. R$2.600. É o meu mais novo objeto de desejo, já está na minha wish list.

Armand de Brignac Rosé rótulo rosé. Ampla, frutada, exuberante em frutas vemelhas. Tostado delicado. Final aveludado. Apenas pinot noir (de velhas vinhas) e pinot meunier com um leve toque de chardonnay. R$2.600 na Interfood.

Armand de Brignac é um champanhe que merece entrar para a sua wish list, seja você rapper, jogador da NBA ou amante de champanhes. O vídeo encontra-se em meu website Vinho & Gastronomia que pertence ao Enoblogs, mas que por caprichos da tecnologia não consegue fazer o link automático: http://vinhoegastronomia.uol.com.br/destaque/armand+de+brignac++champagne+excepcional

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Notícias, Vinhos and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s