Brancos crocantes e brancos untuosos: como se fazem

Eugenio Ponce, enólogo da Valdivieso (importação da Ravin), me recebeu em Santiago e acabou por me dar uma aula sobre processo de elaboração de brancos frescos e mais crocantes (o crispy americano) e os mais complexos e untuosos. A diferença reside no tempo em que o mosto permanece sur lie (on lees), sobre suas leveduras. Usualmente se retira parte do vinho do contato com as borras e se há de ter um vinho fresco, leve, crocante. O que permanecer por 6 meses, há de resultar num vinho mais complexo, untuoso. E o corte de digamos, de um sauvignon blanc  retirado das borras com um que ali permanceu por seis meses resulta num vinho interessante, não tão untuoso, mas fresco e complexo. Provei o Valdivieso Sauvignon Blanc Single Vineyard 2010, fermentado com feveduras selvagens: uma alegria!!!

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Como se faz o vinho, Notícias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s