Esporão Branco 2009 e Mouton 2008, mais do que rótulo!

 Há convites para almoço que fazemos e que nos trazem – além do prazer da boa companhia – agradáveis surpresas. Pois hoje foi o caso. Jô Barros, sommelière do excelente Dui de Bel Coelho, trouxe para nosso almoço no bistrô Chef Rouge uma refrescante e bem estruturada surpresa: o Private Selection Branco 2009  Herdade do Esporão.

Um vinho prazeroso, corte de Semillon, Marsanne e Roussanne, saboroso e elegante. Na taça, uma palha sedutora; no nariz, frutas brancas, pêra e pêssego. No palato um vinho encorpado, cremoso e de boa persistência e sabor de quero mais.  Equilibrado e elegante como a minha amiga, Jô Barros. Uma beleza de branco com atitude. O rótulo traz uma cobra estilizada e celebra a biodiversidade, trabalho da artista portuguesa Joana Vasconcelos. Desde a primeira colheita  do Esporão, em 1985,  que seus rótulos são responsabilidade de artistas.  O Château Mouton Rothschild já vem fazendo isto há 25 anos, como  uma forma de valorizar os grandes vinhos.

Por falar em rótulos e artistas, o Chateau Mouton Rothschild 2008 dobrou de preço depois que o artista chinês Xu Lei (nada como garantir o mercado asiático) foi confirmado para o rótulo. Seu preço pulou de £4,254 (a caixa) em outubro para £7,898, um belo investimento com 85,7% de aproveitamento! Eu fico com o Private Selection Branco 2009  Herdade do Esporão, delicioso, importado pela Qualimpor, nas lojas por R$122, e cabe no meu bolso!

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Notícias and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s