Podas e amarras, assim também se faz o vinho: Casa Marin

Para quem ama o vinho, não basta beber, importa saber como é feito. Daí o encanto do enoturismo.  Casa Marin tem uma casa bed & breakfast para o  enoturismo em meio aos vinhedos . Uma beleza. Agosto é o tempo  da poda e das amarras. O que significa tirar toda a parreira antiga e deixar somente o que vai frutificar na próxima temporada. Em Casa Marin fazem 2 tipos de poda, a francesa e a de pitones. A que se faz na França deixa 2 braços que são amarrados ao arame de modo a que as uvas cresçam verticalmente o que facilita insolação e o trabalho. Os homens fazem a poda, tiram os galhos ressequidos para que a vinha ganhe forças e brote com vigor. Mas não é só poda: os homens passam uma tinta no corte para evitar o surgimento de fungos. Isto posto, é a vez das mulheres que fazem as amarras, um trabalho delicado que exige paciência e delicadeza extremas para que os ramos sejam amarrados ao arame e os frutos brotem em vertical. Em Casa Marin são 40 ha de vinhedos para a poda e amarração. O trabalho é todo manual, não me espanta que bons vinhos tenham um preço superior, pois o trabalho de fazê-los é custoso e exaustivo.

Casa Marin está situada no Valle de San Antonio junto a um pueblo pequeno, Lo Abarca, ao sul de Santiago a 4 km do Pacífico e de lá recebe a brisa marinha. E também os ventos. Luz Marin me conta que estão pesquisando a força desses ventos para implantar energia eólica. Um moinho de vento já está instalado para tanto.

Os vinhedos estão repartidos em blocos: Pinot Noir Litoral, Pinot Noir Lo Abarca, Sauvignon Blanc Laurel, Sauvignon Blanc Cipress premiado como melhor Sauvignon Blanc, Riesling, Gewurztraminer e Syrah. Em Casa Marin o Pinot Noir é feito como se faz na Borgonha com pisotage e seguindo o que Dom Pérignon prescrevia: vinificar cada bloco (parcela do terreno) até o final e o corte se faz com cada uma das partes prontas. Em 1º de setembro o Casa Marin Sauvignon Blanc Cipreses 2009 ganhou o Decanter International Trophy como o melhor SB do mundo acima de 10 libras. Não por acaso.

About silviafranco

Wine writer.
This entry was posted in Como se faz o vinho, Vinhos and tagged , , . Bookmark the permalink.

One Response to Podas e amarras, assim também se faz o vinho: Casa Marin

  1. Jeriel says:

    Silvia,

    Fico contente por vc ter conhecido essa vinícola que talvez produza os melhores brancos e pinots chilenos. Eu a conheci em 02/2007 e pretendo retornar.

    Parabéns!

    Jeriel

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s